Camilo, o irreverente - Visita de estudo

voltar Camilo, o irreverente - Visita de estudo

“Fui educado numa aldeia, onde tenho uma irmã casada com um médico, irmão de um padre, que foi meu mestre. O mestre podia ensinar-me muita coisa que me falta; mas eu era refratário à luz da gorda ciência do meu padre. Fugia de casa para a rua, dava muitos tiros às galinholas e perdizes; porém louvado seja Deus, não me dói o remorso de ter matado uma!”

em Duas Horas de Leitura, Impressão Indelével 

Dia 8 de novembro, quarta-feira, os alunos do 11º e 12º anos realizaram uma visita de estudo ao Porto e a S. Miguel de Seide com o objetivo de conhecer melhor a biografia do ilustre escritor português Camilo Castelo Branco.

A visita iniciou-se pela manhã, com a partida do Colégio, rumo à Cadeia da Relação do Porto, que atualmente constitui o Centro Português de Fotografia, local onde Camilo Castelo Branco esteve recluso e escreveu uma vasta obra, da qual se destaca “Amor de Perdição”, escrito em quinze dias, segundo o autor” os mais atormentados da minha vida”, e inspirado na triste história do seu tio paterno, Simão António Botelho, que também estivera preso na mesma cadeia, por um crime de amor, em 1800.

Este primeiro percurso contextualizou, essencialmente, a vida de Camilo marcada pela tragédia e infelicidade, permitindo uma melhor interpretação das suas obras e enriquecendo a nossa cultura como leitores. Aqui, fizemos uma digressão pela cadeia, inclusivamente percorremos as celas onde Camilo e a sua amada Ana Plácido estiveram cerca de um ano.

Depois do almoço, visitámos a casa do escritor em S. Miguel de Seide, que, apesar do seu caráter trágico, foi também um espaço de liberdade e de criação. Pudemos perceber que é um local que serviu de pano de fundo a um grande número de personagens reais e inventadas de alguns dos seus romances e novelas, conferindo-lhes um caráter de realidade e verosimilhança. No final fomos presenteados com um documentário.

Após este dia de imersão na vida de Camilo, regressámos um pouco mais cultos e familiarizados com a sua história. Para os alunos do 11º ano, foi um bom ponto de partida para o arranque do estudo da obra “Amor de Perdição”, para os alunos do 12º ano, foi uma ótima oportunidade para aprofundarem os seus conhecimentos face à vida e obra de Camilo Castelo Branco.

 

Marta Abreu Costa
(11º1)

[2017-11-8]

Destaques

Dia de São Francisco
4 de outubro

Francisco Lufinha no CNSB
No dia 3 de outubro de 2019, a turma do 7.º ano A do Colégio de Nossa Senhora da Bonança, no âmbito dos Domínios de Autonomia Curricular, organizou uma atividade integrada no projeto ?A Arca de Nãoé?.

Dia Europeu das Línguas
O Dia Europeu das Línguas celebra-se, por toda a Europa, no dia 26 de setembro.

Querer é poder
Guilherme de Oliveira Campeão nacional na categoria X30

CNSB volta a encher-se de vida
A rotina das férias, de repente, vê-se mudada? O acordar tarde, as noites longas, o ritmo mais lento, tudo acaba e é substituído por um acordar mais cedo, noites mais curtas e um ritmo bastante mais acelerado, pois há horários para cumprir, material escolar para comprar e um uniforme para experimentar.

Abertura do ano letivo no 1º ciclo
O regresso às aulas dos alunos do 1º Ciclo aconteceu no dia 9 de setembro

Academia de Robótica
No dia 22 de maio, realizou-se, no nosso Colégio, a 3º edição do Torneio de Robótica, dos alunos que frequentam a Atividade Extracurricular de Robótica dos níveis 1, 2 e 3.

Concurso Uma Aventura Literária 2019
E foi com muita alegria e orgulho que vimos, mais uma vez, o nosso colégio ser premiado pela sua participação neste concurso literário na modalidade de texto original, num total de 15.152 trabalhos a nível nacional.

Jornadas Nacionais Escola Azul
Nos dias 10 e 11 de maio, decorreram as Jornadas Nacionais Escola Azul, um programa educativo promovido pela Direção-Geral de Política do Mar, que tiveram lugar em Matosinhos, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões.

À Descoberta do Património Local
No dia quinze de fevereiro, as turmas do 3º Ano realizaram uma visita de estudo ao Solar dos Condes de Resende e ao Convento Corpus Christi.