Um Conto Que Contas, Matemática e Português dão Prémios?!

voltar Um Conto Que Contas, Matemática e Português dão Prémios?!

O CNSB caracteriza-se pela inovação e pela aceitação de desafios quase sem hesitar. Assim, foi de braços abertos que o nosso Colégio se candidatou ao concurso Literário “Um Conto que Contas”, organizado pela Sociedade Portuguesa de Matemática, com o objetivo de  mesclar a beleza da escrita com a magia da matemática. Assim, todos os textos têm como pano de fundo a Matemática. Os participantes são divididos por ciclos, e podem participar individualmente (A1, A2, A3 e A4, respetivamente 1º ciclo, 2º ciclo, 3º ciclo e Secundário) ou em equipas (B1, B2, B3, B4, respetivamente 1º ciclo, 2º ciclo, 3º ciclo e Secundário). Cada um destes grupos (A1 e B1; A2 e B2, A3 e B3, A4 e B4) possui um tema diferente de escrita, além de números mínimo e máximo de carateres.

Neste sentido, o nosso colégio esteve representado com três textos do 9ºA, nomeadamente de Ricardo Guerra, Marta Lopes e Rita Teixeira, num imenso mar de 68 escolas e 166 participantes.

Foi, pois, com muito orgulho que recebemos a notícia que o nosso aluno Ricardo Guerra ganhara uma menção honrosa, com o conto subordinado ao tema proposto aos grupos A3 e B3: a tolerância.

O conto vencedor, de nome “O Par Ímpar”, narra a história de amor entre um Terno e uma Manilha, números primos, que eram por essa razão, incompreendidos pelos habitantes da aldeia onde viviam, Numerolândia. Ainda assim, eles resistiram à reprovação das pessoas e conceberam uma criança, o número Zero, que era, também, discriminado. No entanto, após muito esforço, Zero encontrou o seu lugar no mundo e ensinou ao seu país, a Numerolândia, que a tolerância leva sempre a melhor.

Leiam que vale a pena!                                                                                                           

Ricardo Guerra // 9º A

PARABÉNS AO PREMIADO, que uma vez mais, esteve na linha da frente e revelou que caráter e talento podem caminhar juntos, tal como a Matemática e o Português.

 

 

[2017-05-22]

Destaques

Aula de surf em Matosinhos ? Uma experiência Ímpar
Além de um lugar de aprendizagem, a escola deverá ser um veículo de novas experiências e partilha de emoções!

Colégio Nossa Senhora da Bonança na linha da frente no combate às más práticas ambientais
O Colégio Nossa Senhora da Bonança, na senda da sensibilização dos seus alunos para as questões relacionadas com a pegada ecológica de cada um e consequente responsabilização pessoal pela conservação do nosso planeta, abraçou o concurso nacional para as Escolas, promovido pela Academia Ponto Verde, como mais um instrumento de aquisição de conhecimentos e atitudes sobre protocolos quotidianos de preservação dos recursos naturais e limitação do impacto da Humanidade na Natureza.

Dia da Europa
No passado dia 9 de maio, o Grupo Disciplinar de Geografia, do CNSB, assinalou o Dia da Europa com uma exposição simbólica de bandeiras dos países europeus, mapas e representações, com temáticas variadas, à escala da Europa, da União Europeia e de Portugal.

Cambridge University Press
Educational Partner

CNSB celebra o Dia 21 de Março, Dia Mundial da Poesia
No passado dia 22 de março, o CNSB encheu-se de imaginação para comemorar o Dia Mundial da Poesia.

Parabéns, Guilherme Oliveira!
O jovem piloto, nosso aluno do Ensino Secundário, conta já 15 títulos nacionais e espanhóis e várias presenças em campeonatos internacionais. E, como o seu desempenho, o seu talento e determinação não têm passado despercebidos, Guilherme Oliveira, de 16 anos, dá agora o ?salto? para os monopostos.

A Conquista de um Sonho!
Somos um Colégio que prima pela excelência, que luta pelo mérito e brio dos seus alunos. Assim, o seu trabalho árduo, durante todo o ano, para cumprir os mais altos objetivos, devem ser recompensados.

Olimpíadas da Geologia
A caminho da Rússia

O Oceano faz-nos falta!
A dezanove de maio comemorou-se pela primeira vez o Dia Escola Azul e o CNSB, que integra a rede de Escolas Azuis, não podia deixar de participar nesta iniciativa.

Agradecimento aos profissionais de saúde
Carta aberta de uma aluna do CNSB