Viagem de finalistas 2018

voltar Viagem de finalistas 2018

A tão esperada viagem de finalistas do 12º ano iniciou-se às 5:30h do dia 12 de fevereiro de 2018. O entusiasmo era visível em cada um dos alunos, professores (Joana Nunes e Ricardo Pinto) e acompanhantes (Ir. Cidália e Ir. Maria das Dores), dado que em algumas horas estaríamos a pisar território de Budapeste, a famosa capital húngara.

            A viagem foi feita via Lisboa, e por volta das 15:30h já nos encontrávamos no autocarro rumo à nossa “casa” durante os próximos dias – o Ibis Centrum hotel. No centro da cidade, paramos no famoso café Hard Rock e comprámos as primeiras lembranças. Uma vez tiradas as primeiras impressões da capital, fomos para o restaurante onde jantaríamos também nas noites seguintes- o Kaltenberg – com direito a música ao vivo, nomeadamente várias peças de violino.

            O segundo dia foi bastante completo, tendo começado com a visita ao Castelo de Buda, à igreja de S. Matias e ao famoso Bastião dos Pescadores. Apesar do frio indiscritível e a neve que caía, o grupo manteve a mesma boa disposição, com a ajuda de uma bebida quente antes da próxima paragem. Depois, um pouco mais aquecidos, partimos em direção ao Castelo Varosliget, conhecido pela sua arquitetura fantástica, localizado junto das famosas termas de Széchenyi e do maior ringue de patinagem no gelo da Europa, e ainda dos mais antigos, no parque Varosliget. Tanto a ida às termas como a ida à patinagem foram pontos altos de toda a viagem, terminando-se, assim, as visitas do dia da melhor forma.

            O dia 14 de fevereiro começou bem cedo para o grupo, com visita guiada ao luxuoso Parlamento de Budapeste. Seguindo a marginal do rio Danúbio, deparamo-nos com o memorial "Sapatos às Margens do Danúbio", em homenagem aos judeus mortos durante a guerra. Os mais aventureiros atravessaram a emblemática ponte Széchenyi Lánchíd, tal era o vento e o frio, e, uma vez reunidos de novo, fomos almoçar ao centro. Mais tarde, tivemos a oportunidade de fazer um passeio de barco no Danúbio, um dos momentos mais bonitos da viagem, graças à esplêndida vista da cidade coberta de luzes.

            A última manhã foi passada no Mercado Central de Budapeste, onde foram compradas as últimas lembranças. Daí fomos diretamente para o aeroporto, e, bastante tempo depois (dado alguns atrasos inesperados...), já pisávamos território lusitano.

            Sem dúvida que a viagem ficou marcada na memória de cada um de nós, e desde já queríamos agradecer tanto à guia Teresa que nos acompanhou durante toda esta aventura e se mostrou sempre disposta a ajudar, como aos professores que muita paciência e boa disposição tiveram para connosco (ao contrário dos húngaros)! Guardaremos cada momento que passamos com muito carinho!

 

Marta Cardoso
12.2

[2018-02-17]

Destaques

Aula de surf em Matosinhos ? Uma experiência Ímpar
Além de um lugar de aprendizagem, a escola deverá ser um veículo de novas experiências e partilha de emoções!

Colégio Nossa Senhora da Bonança na linha da frente no combate às más práticas ambientais
O Colégio Nossa Senhora da Bonança, na senda da sensibilização dos seus alunos para as questões relacionadas com a pegada ecológica de cada um e consequente responsabilização pessoal pela conservação do nosso planeta, abraçou o concurso nacional para as Escolas, promovido pela Academia Ponto Verde, como mais um instrumento de aquisição de conhecimentos e atitudes sobre protocolos quotidianos de preservação dos recursos naturais e limitação do impacto da Humanidade na Natureza.

Dia da Europa
No passado dia 9 de maio, o Grupo Disciplinar de Geografia, do CNSB, assinalou o Dia da Europa com uma exposição simbólica de bandeiras dos países europeus, mapas e representações, com temáticas variadas, à escala da Europa, da União Europeia e de Portugal.

Cambridge University Press
Educational Partner

CNSB celebra o Dia 21 de Março, Dia Mundial da Poesia
No passado dia 22 de março, o CNSB encheu-se de imaginação para comemorar o Dia Mundial da Poesia.

Parabéns, Guilherme Oliveira!
O jovem piloto, nosso aluno do Ensino Secundário, conta já 15 títulos nacionais e espanhóis e várias presenças em campeonatos internacionais. E, como o seu desempenho, o seu talento e determinação não têm passado despercebidos, Guilherme Oliveira, de 16 anos, dá agora o ?salto? para os monopostos.

A Conquista de um Sonho!
Somos um Colégio que prima pela excelência, que luta pelo mérito e brio dos seus alunos. Assim, o seu trabalho árduo, durante todo o ano, para cumprir os mais altos objetivos, devem ser recompensados.

Olimpíadas da Geologia
A caminho da Rússia

O Oceano faz-nos falta!
A dezanove de maio comemorou-se pela primeira vez o Dia Escola Azul e o CNSB, que integra a rede de Escolas Azuis, não podia deixar de participar nesta iniciativa.

Agradecimento aos profissionais de saúde
Carta aberta de uma aluna do CNSB