Dia do PI

voltar Dia do PI

No passado dia 14 de março, a comunidade do CNSB dirigiu-se à Serra do Pilar para construir o maior π humano de sempre, açambarcando assim o recorde mundial desta proeza aos impotentes alemães.

  Π é a constante matemática que se obtém ao dividir o perímetro de qualquer círculo pelo seu diâmetro. Atendendo às centenas de casas decimais descobertas até à data, é comum utilizar a aproximação 3,14. A escolha da data para comemorar o Dia Internacional do π (14 de março, 14/3) teve-a, aliás, por base. A sua representação diz respeito à décima sexta letra do alfabeto grego. Foi este mesmo símbolo que a comunidade Bonança recriou no Quartel da Serra do Pilar, com o intuito de bater o recorde do Guiness, que pertencia à Alemanha (589 participantes). Para que não restassem dúvidas nem fosse necessário recorrer à calculadora, o CNSB contou com a participação de 847 pessoas, incluindo alunos dos 3 aos 18 anos, professores, pais, funcionários, …

  Por volta das duas da tarde, os alunos do Ensino Secundário dirigiram-se, a pé e em massa, para o local. Cerca de meia hora mais tarde, uma frota de camionetas, onde seguiam os alunos do Pré-escolar e do Ensino Básico, abandonava o Colégio e viajava em direção ao quartel militar. Todavia, não era para a guerra que este exército se dirigia, mas antes para uma celebração. Sim, porque não faltou animação e música ao vivo, coordenada por um multifacetado DJ e mestre de cerimónias.

  À hora marcada, foram distribuídas capas impermeáveis azuis, para uniformizar os participantes (e como precaução, devido às condições atmosféricas incertas). Depois dos participantes tomarem o seu lugar, formando a imagem do π, foi necessário que todos permanecessem imóveis durante cinco minutos, enquanto um drone fotografava tudo diversas vezes. Estiveram presentes representantes do Guiness World Records, que irão avaliar as imagens, fazendo-as passar por um rigoroso escrutínio. Em termos numéricos, o recorde anterior foi superado, mas a oficialização deste facto pelo comité responsável só ocorrerá dentro de algumas semanas, se tudo estiver de acordo com os seus critérios.

  A comunidade Bonança pôde contar com o apoio do Exército durante toda a atividade, bem como com auxílio divino, pois São Pedro fez questão de conter a chuva durante a construção do π humano. Este padroeiro teria, decerto, outros afazeres, uma vez que teve de abandonar o local assim que a cerimónia terminou. Os participantes apenas tiveram tempo para ser presenteados com uma pequena lembrança antes de um forte e repentino aguaceiro se abater sobre eles sem dó nem piedade.

  Não obstante a trabuzana, o balanço do dia feito tanto por miúdos como por graúdos foi muito positivo. “Foi uma experiência enriquecedora, sobretudo porque provavelmente não teremos esta oportunidade outra vez na nossa vida”, afirma Lídia Duarte, mãe de dois alunos do Colégio. “Todos tirámos partido desta atividade, não só pela parte lúdica e pelas aprendizagens, mas também pelo convívio. À força de ficarmos aquele tempo à espera que cada um se posicionasse, tornámo-nos todos mais próximos (em ambos os sentidos) ”, declara Liliana Pinto, aluna do 7º ano A.

  Resta apenas aguardar pela decisão final do comité para certificar se este acontecimento irá ou não marcar a “Vida de Pi” e agradecer a todos quantos tornaram possível esta efeméride.

 Nuno Pinto
11º A

 

[2018-03-14]

Destaques

Aula de surf em Matosinhos ? Uma experiência Ímpar
Além de um lugar de aprendizagem, a escola deverá ser um veículo de novas experiências e partilha de emoções!

Colégio Nossa Senhora da Bonança na linha da frente no combate às más práticas ambientais
O Colégio Nossa Senhora da Bonança, na senda da sensibilização dos seus alunos para as questões relacionadas com a pegada ecológica de cada um e consequente responsabilização pessoal pela conservação do nosso planeta, abraçou o concurso nacional para as Escolas, promovido pela Academia Ponto Verde, como mais um instrumento de aquisição de conhecimentos e atitudes sobre protocolos quotidianos de preservação dos recursos naturais e limitação do impacto da Humanidade na Natureza.

Dia da Europa
No passado dia 9 de maio, o Grupo Disciplinar de Geografia, do CNSB, assinalou o Dia da Europa com uma exposição simbólica de bandeiras dos países europeus, mapas e representações, com temáticas variadas, à escala da Europa, da União Europeia e de Portugal.

Cambridge University Press
Educational Partner

CNSB celebra o Dia 21 de Março, Dia Mundial da Poesia
No passado dia 22 de março, o CNSB encheu-se de imaginação para comemorar o Dia Mundial da Poesia.

Parabéns, Guilherme Oliveira!
O jovem piloto, nosso aluno do Ensino Secundário, conta já 15 títulos nacionais e espanhóis e várias presenças em campeonatos internacionais. E, como o seu desempenho, o seu talento e determinação não têm passado despercebidos, Guilherme Oliveira, de 16 anos, dá agora o ?salto? para os monopostos.

A Conquista de um Sonho!
Somos um Colégio que prima pela excelência, que luta pelo mérito e brio dos seus alunos. Assim, o seu trabalho árduo, durante todo o ano, para cumprir os mais altos objetivos, devem ser recompensados.

Olimpíadas da Geologia
A caminho da Rússia

O Oceano faz-nos falta!
A dezanove de maio comemorou-se pela primeira vez o Dia Escola Azul e o CNSB, que integra a rede de Escolas Azuis, não podia deixar de participar nesta iniciativa.

Agradecimento aos profissionais de saúde
Carta aberta de uma aluna do CNSB