Viagem de finalistas 2018

voltar Viagem de finalistas 2018

A tão esperada viagem de finalistas do 12º ano iniciou-se às 5:30h do dia 12 de fevereiro de 2018. O entusiasmo era visível em cada um dos alunos, professores (Joana Nunes e Ricardo Pinto) e acompanhantes (Ir. Cidália e Ir. Maria das Dores), dado que em algumas horas estaríamos a pisar território de Budapeste, a famosa capital húngara.

            A viagem foi feita via Lisboa, e por volta das 15:30h já nos encontrávamos no autocarro rumo à nossa “casa” durante os próximos dias – o Ibis Centrum hotel. No centro da cidade, paramos no famoso café Hard Rock e comprámos as primeiras lembranças. Uma vez tiradas as primeiras impressões da capital, fomos para o restaurante onde jantaríamos também nas noites seguintes- o Kaltenberg – com direito a música ao vivo, nomeadamente várias peças de violino.

            O segundo dia foi bastante completo, tendo começado com a visita ao Castelo de Buda, à igreja de S. Matias e ao famoso Bastião dos Pescadores. Apesar do frio indiscritível e a neve que caía, o grupo manteve a mesma boa disposição, com a ajuda de uma bebida quente antes da próxima paragem. Depois, um pouco mais aquecidos, partimos em direção ao Castelo Varosliget, conhecido pela sua arquitetura fantástica, localizado junto das famosas termas de Széchenyi e do maior ringue de patinagem no gelo da Europa, e ainda dos mais antigos, no parque Varosliget. Tanto a ida às termas como a ida à patinagem foram pontos altos de toda a viagem, terminando-se, assim, as visitas do dia da melhor forma.

            O dia 14 de fevereiro começou bem cedo para o grupo, com visita guiada ao luxuoso Parlamento de Budapeste. Seguindo a marginal do rio Danúbio, deparamo-nos com o memorial "Sapatos às Margens do Danúbio", em homenagem aos judeus mortos durante a guerra. Os mais aventureiros atravessaram a emblemática ponte Széchenyi Lánchíd, tal era o vento e o frio, e, uma vez reunidos de novo, fomos almoçar ao centro. Mais tarde, tivemos a oportunidade de fazer um passeio de barco no Danúbio, um dos momentos mais bonitos da viagem, graças à esplêndida vista da cidade coberta de luzes.

            A última manhã foi passada no Mercado Central de Budapeste, onde foram compradas as últimas lembranças. Daí fomos diretamente para o aeroporto, e, bastante tempo depois (dado alguns atrasos inesperados...), já pisávamos território lusitano.

            Sem dúvida que a viagem ficou marcada na memória de cada um de nós, e desde já queríamos agradecer tanto à guia Teresa que nos acompanhou durante toda esta aventura e se mostrou sempre disposta a ajudar, como aos professores que muita paciência e boa disposição tiveram para connosco (ao contrário dos húngaros)! Guardaremos cada momento que passamos com muito carinho!

 

Marta Cardoso
12.2

[2018-02-17]

Destaques

Professores do CNSB retemperam forças
?? a história, lida ou contada nos próprios sítios em que se passou, tem outra graça e outra força??

O maior PI humano do Mundo pertence ao CNSB
14 de março, dia do Pi, foi assinalado, no livro do Guiness 2018, com a assinatura do Colégio de Nossa Senhora da Bonança, que registou, de acordo com os dados oficiais, 847 participantes no evento.

Dia de África
Na passada sexta-feira, dia 25 de maio

Youth Start Entrepreneurial Challenges Ministries Commission II
No dia 8 de maio, o nosso colégio marcou presença no evento Ministries Commission II

Mais uma vez houve festa no CNSB!
Foi no passado dia 21 de maio que, juntando o final das comemorações dos 90 anos do CNSB

Sarau Gímnico Intercultural CNSB 2018
O Sarau gímnico do Colégio de Nossa Senhora da Bonança é, indubitavelmente, um dos momentos mais esperados do ano

Dia do PI
No âmbito da celebração do Dia Internacional do Pi

FantasLíngua XI: Palavra em movimento
Foi entre os dias 22 e 27 de fevereiro que o CNSB voltou a escrever mais um capítulo da sua ?estória?

Viagem a Paris do 9º ano, de 13 a 16 de fevereiro de 2018
Matematicamente falando, esta jornada traduz-se pelos números 5, 7, 8 e 12. O número 5 como hora de encontro no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, os números 7 e 8 como a hora do pequeno-almoço e o número 12 como a média de quilómetros que caminhávamos por dia.

ECOOPE - Entrepreneurial Cooperative Experience
Um grupo de sete alunos, do 11º e 12º anos e duas professoras do CNSB participaram no primeiro Ecoope Training